terça-feira, 13 de outubro de 2015

BEM VINDO EM MIM




BEM VINDO EM MIM

Eu queria ser
o medo nos olhos de quem vai morrer.
Para saber o que
se passa naquele momento.


Eu queria ser
o branco no preto pra saber o que é
realmente o preconceito do racismo
sofrido pelos negros.

Eu queria ser
aquela tal bala perdida e desvia-la
da vida inocente ali presente
no momento.

Eu queria ser
o poder de querer e mandar nas coisas
que eu acho errado e mandar em quem
está no auto escalão.

Eu queria ser
você quando olha para um cidadão
e o repreende injustamente pondo-o atrás
das grades por uma vida inteira.

Eu queria ser
a mentira da verdade,a fraqueza dos fortes.
As lagrimas dos infelizes,a tristeza dos viuvos,
a vida apois a morte.

Eu queria ser
a cura para os doentes,
a esperança dos desacreditados
A fé daqueles que acreditam em tua volta.

Bem vindo
Esperito santo em minha vida e em todas vidas
que esperam um milagre acontecer
em suas familias.

____Nillo Sergio.
Poeta do balcão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário