terça-feira, 27 de outubro de 2015

Fascinação



FASCINAÇÃO

De posse de um corpo esguio e de mente inda febril
Lá vai a menina moça e faceira desfilando seu quadril
Olhares de soslaio enfeitam-na os lábios, sorrisos sutis
Ofusca-me o reflexo do orgulho nas suas atitudes hostis


Tão bela e tão jovem e tão imatura, segue a donzela
Verbos e becos, ruas sem saídas a ela pedem cautela
Língua felina destila-se o mel aromatizada com seu fel
São delas as palavras rudes e cortantes como o cinzel

Sua mente fascina-se ao que lhe é de fato mais pervertido
Seus passos são imprecisos, eles caminham destemidos
Seus crimes são quase perfeitos e os entregam-nos ao léu

De ideias atrevidas, engatilham as balas do pensar indevido
Ilusão perdida sem eira nem beira a definhar nos seus gemidos
Encontra-se sua sina indo de encontro ao lado oposto do céu

Simone Medeiros
27/10/2015
Ilustração: Google

Nenhum comentário:

Postar um comentário