quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Sonho Bandido



SONHO BANDIDO

Chegaste ao surgir nosso Rei no horizonte,
Por entre montanhas campinas e céu,
Em meio a beleza eras parte da fonte,
O amor que sonhei pra cobrir-me de véu.


Pulsou fortemente no peito a paixão,
Ao ver que trazias nas mãos a aliança,
Pedido sublime regado à emoção,
Levou a espiar pela fenda esperança.

Senti minhas forças voarem ao espaço,
Envolta nas nuvens chorei em teus braços,
E a lágrima quente regou a libido.

Unidos no amor consagramos a trama,
Mas, eis que me acordo sozinha na cama,
Pois tudo foi sonho gostoso e bandido.

Elair Cabral
08/05/15
Imagem google

Nenhum comentário:

Postar um comentário