quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Mar De Poesias



MAR DE POESIAS.

A poesia navegou,
Mistérios e fantasias,
Um mar de amor,
Sereia!
Beija na areia,
O sol clareia,
Nas ondas do amor,
Eu vou e venho,
Me perco no destino,
A lua que me conduz,
Estrela minha guia,
Canta o pescador,
Vai buscar o teu amor,
E na lua cheia quem aparece é a sereia,
Lá vem o boto conquistador,
Joga rosas para yemanjá,
Sete ondas vai pular,
O azar afastar,
Beleza e riqueza tem no fundo do mar,
Berço do sol,
Espelho da lua,
E nesse esplendor eu vou te amar,
No balanço das onda,
É nesse mar que vou,
E o poeta virou navegante,
Nesse misterioso mar de amor.


Autor: Oribes S. Junior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário