segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Ousadias providências exacerbadas...Fernando De Camargo Silva



Ousadias providências exacerbadas...
As quais há todos os segundos,
Sem (TI)?
Esvaem em meu nada...
Ser contemplado,
Em dores compressas?
Alma berçário de ilusões... 
Com o complexo,
De uma permuta com o nada?
Em alardear a alma...
E dar entrada ao primor de Amar a (TI)!
Os segundos de um viver...
Que sempre sejam,
Meu extenso,
Pois sempre alçarei...
Seu maior!
A eternidade,
De este ser por completo!
Só (Teu) em devaneios a desejar maiores espaços neste ser...
Devoto em suas Constâncias!
Nesta alma...
A fazer seu tudo!
Eternidades deste slogan,
Quais a (TI)!
Tudo condiz...
Um tudo neste ser providencial,
Maior que o próprio viver!


Fernando De Camargo Silva.

Um comentário:

  1. Obrigado adorada amiga Sonia Son Dos Poem Gonçalves, ter uma poesia minha em tua pagina é fator impossível de encontrar uma palavra correta... Para expor tamanha alegria. Obrigado poetisa, milhões de beijos!!!

    ResponderExcluir