quarta-feira, 28 de outubro de 2015

RENASCEMOS O TEMPO INTEIRO



.Renascemos o tempo inteiro.
.Morremos cada segundo.
.Fragmentos do passado.
.Estilhaço no futuro.
.A pedra que atirei.
.Trincou o vidro da minha janela.
.As pontes que não cruzei.
.Vendo as águas do rio.
.Não voltarem por elas.
.O bonde que perdi na penha.
.Fez o meu destino.
.Mudar de direção.
.O coreto lá na praça.
.Eu com a minha bicicleta.
.Sempre na contra mão.
.As ruas de paralelepípedos.
.As tardes de matinês.
.Os doces que eram vendidos.
.Na venda do português.
.O verde da esperança.
.Que me inspirou esta poesia.
.A reza improvisada.
.O pão nosso de cada dia.
.A escola no pé do morro.
.As ruas aonde eu vivia.
.As cercas embandeiradas.
.As pipas que não subiam.
.Das margaridas plantadas.
.No jardim da minha casa.
.Os parentes que não conheci.
.Das minhas tias improvisadas.
.Das minhas noites de Rock'N'Roll.
.Com as guitarras que não existiam.
.Sentávamos nas calçadas.
.Sonhávamos acordados.
.Até a luz do dia.
.E assim renascemos... o tempo inteiro.
.Morremos a cada segundo.
.O que se planta no passado.
.São presentes para o futuro !!!.........
(Renascemos)...Autor...Marcos Vila Real Rodrigues...27/10/2015.
.As...17:00...Comunidade Dos Poetas Ocultos.


.

Nenhum comentário:

Postar um comentário